Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Navegar para Cima

 

Compartilhe
Guy Maddin
1956, Winnipeg, Canadá - Vive em Winnipeg

​Ao criar um mundo saturado de irrealidade a partir de suportes audiovisuais de múltiplos formatos, Guy Maddin envolve sua obra em uma atmosfera onírica e fantástica elaborada a partir da estética das principais vanguardas do cinema mudo dos anos 1920. Marcados pela cenografia expressionista, pela poesia surrealista, pelo erotismo perturbador e pela
temática do bizarro, os filmes de Maddin revelam-se sofisticadas composições pictóricas em tramas repletas de ironia e nonsense.

TRIGÉSIMA
BIENAL DE SÃO PAULO
A IMINÊNCIA DAS POÉTICAS

7 DE SETEMBRO - 9 DE DEZEMBRO 2012
PARQUE DO IBIRAPUERA, PAVILHÃO DA BIENAL
SÃO PAULO
ENTRADA GRATUITA

HORÁRIO DE VISITAÇÃO
TER, QUI, SÁB, DOM E FERIADOS
DAS 9 ÀS 19H - ENTRADA ATÉ 18h
QUA E SEX DAS 9 ÀS 22H - ENTRADA ATÉ 21H
FECHADO ÀS SEGUNDAS
Logon