Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Navegar para Cima

 

Compartilhe
Roberto Obregón
1946, Barranquilla, Colômbia - 2003, Tarma, Venezuela

​Desde o início dos anos 1970 até sua morte, em 2003, Roberto Obregón realizou uma obra obsessivamente centrada na rosa. Trabalhou e viveu no limite; entre a necessidade de compensar suas profundas dores pessoais e a vontade de criar símbolos universalmente compartilhados; entre os recursos secos e metódicos de um formalismo conceitual e as ferramentas discursivas e quase herméticas de uma arte de clara origem literária. A dissecação metódica da rosa foi sua principal ferramenta de linguagem e, com ela, abordou a natureza cíclica do tempo. Com uma maneira quase secreta de abordar a dor humana, Obregón foi uma figura fundamental da arte venezuelana durante a segunda metade do século 20.

TRIGÉSIMA
BIENAL DE SÃO PAULO
A IMINÊNCIA DAS POÉTICAS

7 DE SETEMBRO - 9 DE DEZEMBRO 2012
PARQUE DO IBIRAPUERA, PAVILHÃO DA BIENAL
SÃO PAULO
ENTRADA GRATUITA

HORÁRIO DE VISITAÇÃO
TER, QUI, SÁB, DOM E FERIADOS
DAS 9 ÀS 19H - ENTRADA ATÉ 18h
QUA E SEX DAS 9 ÀS 22H - ENTRADA ATÉ 21H
FECHADO ÀS SEGUNDAS
Logon