Comando para Ignorar Faixa de Opções
Ir para o conteúdo principal
Navegar para Cima

Visite

Compartilhe

Pavilhão da Bienal – Parque Ibirapuera – Portão 3 – Avenida Pedro Álvares Cabral s/n
Estacionamento no Parque: Zona Azul (cada folha vale por 2 horas)

Linha circular especial 909A/10 Metrô Ana Rosa - Bienal SP
Linha com três ônibus que passam em um intervalo médio de 15 minutos, de terça a domingo das 8h às 22h30. Mais informações, clique aqui.


Horários de funcionamento

Fechado às segundas-feiras

Terças, quintas, sábados, domingos e feriados: das 9h às 19h (entrada até as 18h)
Quartas e sextas-feiras: das 9h às 22h (entrada até as 21h)


Entrada gratuita

Estacionamento no Parque Ibirapuera:


Calendário
30ª Bienal de Sao Paulo: 7 de setembro a 9 de dezembro de 2012

3 de setembro
10h às 12h30 - Abertura para a imprensa

4 de setembro
10h às 19h - Visita prévia para convidados
19h às 22h - Abertura para convidados
(necessária apresentação de convite na entrada)

5 e 6 de setembro
Visita prévia para convidados do Educativo Bienal e patrocinadores

7 de setembro
Abertura para o público


Bienal na Cidade

Tudo em sua mente. Viagem em dois atos - Leandro Tartaglia
4 de setembro a 9 de dezembro

Em seu trabalho desenvolvido para a 30ª Bienal, o artista argentino Leandro Tartaglia desenvolveu uma viagem em dois atos que parte do Pavilhão da Bienal. Cada trecho de viagem dura a cerca de 20 minutos, e será acompanhada por um áudio. No meio da viagem o participante sai do carro em frente à Capela Morumbi, espaço que integra uma instalação sonora da artista Maryanne Amacher.
Duração total da viagem: 1 hora.
Distribuição de senhas no local 1h antes do evento


Alexandre Navarro Moreira na Avenida Paulista
4 de setembro a 9 de dezembro

Uma intervenção do artista brasileiro Alexandre Navarro Moreira em displays dispostos em bancas de jornal ocupam a região da avenida mais famosa de São Paulo. São os cartazes de Apócrifo, projeto desenvolvido pelo artista nas ruas desde 2001, com retratos que exibem rostos humanos que se mesclam aos ruídos da cidade.

Jutta Koether e Benet Rossell no MASP
4 de setembro a 9 de dezembro

No Masp – o Museu de Arte de São Paulo projetado por Lina Bo Bardi – Jutta
Koether apresenta novas pinturas que revisitam o recém-concluído processo
de restauração da tela de Nicolas Poussin, Himeneu travestido durante um
sacrifício a Príapo (1634-1638), que faz parte da coleção do museu. A pintura de Poussin retrata o deus grego das cerimônias de casamento, vestido como uma mulher e dançando com Príapo, o rústico deus da fertilidade cujo falo foi desnudado durante o processo de restauração. A interpretação de Koether da obra prima de Poussin é acompanhada por Ceremonials (1974), filme produzido pelo artista catalão Benet Rossell em colaboração com Joan Rabascall, Antoni Miralda, Jaume Xifra e Dorothee Selz, documentando procissões, festas e outros rituais celebrados em eventos que os artistas organizaram em Paris durante o início dos anos de 1970.

MASP, Avenida Paulista, 1.578, Bela Vista, São Paulo. T +55 (11) 3251 5644

Horários de funcionamento: terça a domingo das 11h às 18h  (a bilheteria fecha às 17h30), 
quintas das 11h às 20h (a bilheteria fecha às 19h30)


Charlotte Posenenske na Estação da Luz
4 de setembro a 9 de dezembro

A Estação Ferroviária da Luz foi aberta ao público no dia 1º de março de
1901, e reconstruída entre 1946 e 1951 após um incêndio que havia destruído
diversas seções originais. A Estação da Luz, que hoje ocupa 7500 metros
quadrados do Jardim da Luz no centro de São Paulo, abrigará uma escultura
minimalista de Charlotte Posenenske. Durante sua breve carreira a artista
frequentemente instalou suas peças em terminais de transportes como
estações ferroviárias ou aeroportos. Esta é a primeira apresentação da obra de Posenenske em um local público no Brasil.

Estação da Luz (linhas 1, 3, 4, 7)

Fechada das 00h às 5h.

Maryanne Amacher na Capela do Morumbi
5 de setembro a 9 de dezembro
Abertura: 5 de setembro às 10h

Na Capela do Morumbi, datada de 1825 e hoje um espaço de exposição de
arte contemporânea, serão apresentadas gravações da falecida compositora e
artista do som Maryanne Amacher em uma instalação especialmente projetada.
As gravações são acompanhadas por uma seleção de documentos obtidos junto ao Amacher Archive.

Capela Morumbi, Avenida Morumbi, 5.387, Morumbi, São Paulo. T +55 (11) 3772 4301

Horários de funcionamento: terça a domingo das 9h às 17h
Info: educativodph@gmail.com
+55 11 3104-3140  / +55 11  3105-3948

Hugo Canoilas na Casa do Bandeirante
5 de setembro a 9 de dezembro
Abertura: 5 de setembro às 15h

A Casa do Bandeirante, exemplo de arquitetura colonial que abriga o Museu
dos Bandeirantes, é o local que o artista português Hugo
Canoilas escolheu para realizar seu projeto. O artista apresenta sua pesquisa sobre os vestígios das explorações dos bandeirantes que ocorreram no Brasil entre os séculos XVI e XVIII e criou uma exibição combinando objetos da coleção com novos trabalhos que vão do vídeo à pintura.

Casa do Bandeirante,
 Praça. Monteiro Lobato, s/n, Butantã, São Paulo. T +55 (11) 3031 0920


Horários de funcionamento: terça a domingo das 9h às 17h
Info: educativodph@gmail.com
+55 11 3104-3140  / +55 11  3105-3948

Sergei Tcherepnin com Ei Arakawa na Casa Modernista
5 de setembro a 9 de dezembro
Abertura: 5 de setembro às 18h

No ambiente intimista da Casa Modernista, construída em 1928 e considerada
a primeira construção modernista no Brasil, Sergei Tcherepnin e Ei Arakawa
apresentam uma série de esculturas sonoras. Tcherepnin também desenvolveu
uma nova série de trabalhos especificamente relacionados com a história e a
arquitetura dessa residência projetada e anteriormente habitada pelo arquiteto russo-brasileiro Gregori Warchavchik e sua família.

Casa Modernista,
 Rua Santa Cruz, 325, Vila Mariana, São Paulo. T +55 (11) 5083 3232.

Horários de funcionamento: terça a domingo das 9h às 17h
Info: educativodph@gmail.com
+55 11 3104-3140  / +55 11  3105-3948

José Arnaud Bello, Robert Smithson e Xu Bing no Museu de Arte Brasileira da FAAP
6 de setembro a 4 de novembro

Além das obras de José Arnaud Bello, uma retrospectiva dos trabalhos em landart do norte-americano Robert Smithson é exibida nos filmes Spiral Jetty, Monoleik e Swamp. O artista chinês Xu Bing recria dois de seus mais famosos projetos: Forest Project, que liga arte e educação para arrecadar fundos destinados ao plantio de árvores, e Book From the Ground, um romance escrito inteiramente em linguagem de ícones universais, a serem expostos em vitrines e computadores equipados para tradução pelos visitantes.

Museu de Arte Brasileira da FAAP,
 Rua Alagoas, 903, Higienópolis, São Paulo. T +55 (11) 3662.7198

Horários de funcionamento: terça a sexta das 10h às 20h (última entrada até 19h) – sábados, domingos e feriados: 13h às 19h (última entrada até 17h). Fechado às segundas, inclusive quando feriado.

Bruno Munari no Instituto Tomie Ohtake
7 de novembro de 2012 a 17 de fevereiro de 2013

No espaço expositivo, um panorama da obra do artista italiano Bruno Munari proporciona uma imersão completa no vigor criativo de um dos mais importantes designers italianos do século 20. São dezenas de objetos de design, colagens e livros feitos pelo artista entre as décadas de 1920 e 1990.

Instituto Tomie Ohtake,
 Av. Brigadeiro Faria Lima, 201, entrada pela R. Coropés, Pinheiros, São Paulo. T +55 (11) 2245 1900

Horários de funcionamento: terça a domingo das 11h às 20h



Como usar o Oi WiFi gratuito no pavilhão

É necessário se cadastrar no serviço Oi WiFi, caso ainda não o tenha feito. Uma vez cadastrado, seu login poderá ser utilizado no pavilhão e em locais onde o serviço Oi WiFi é oferecido pela Oi, como em aeroportos. Se você já se cadastrou em alguma rede Oi WiFi anteriormente, basta informar seu nome de usuário e senha novamente.

1. Acesse as configurações de rede ou Wi-Fi de seu dispositivo móvel
- Selecione a rede Oi WiFi (não necessita de senha)

2. Aguarde a exibição da tela Iniciar Sessão
- Selecione a opção Experimente Grátis*

3. Preencha cuidadosamente seu cadastro (o campo telefone deve ser preenchido com seu telefone no formato DDD + número, sem o "0" antes do código de área) e clique em Cadastrar



4. Aguarde novamente a exibição da tela Iniciar Sessão
- Insira seu nome de usuário e senha e clique em Entrar
- Pronto. Você já pode navegar à vontade neste e em qualquer outro ponto Oi WiFi disponível no Brasil*



* O período de navegação grátis no pavilhão é ilimitado. Em outros pontos Oi WiFi, ele é limitado a uma hora para quem não é cliente Oi.
Serviços ao visitante

Visitas orientadas agendadas

As visitas orientadas são gratuitas para grupos. Os grupos podem ter de 10 a 20 pessoas - é necessário um adulto responsável para acompanhar cada grupo. Estamos preparados para receber pessoas com deficiência. Inscreva quantos grupos quiser de acordo com a disponibilidade de agendamentos. A faixa etária recomendada para a exposição é acima de seis anos. As visitas devem ser agendadas através da empresa Diverte Cultural, T: (11) 3883-9090.

Visitas orientadas para público espontâneo (sem agendamento)

De terça a domingo, são oferecidas visitas orientadas espontâneas para pequenos grupos ou pessoas que pretendem ter um diálogo sobre as obras da exposição, mas que não realizaram o agendamento. Os interessados devem procurar a equipe do Receptivo do Educativo, localizada próximo à entrada da exposição. Estamos preparados para receber pessoas com deficiência.

Visitas +60

Orientadas especialmente para grupos de pessoas com mais de 60 anos. As visitas podem ou não ser seguidas por ateliês. Agendamento com a empresa Diverte Cultural T: (11) 3883-9090.

Mais informações sobre agendamento de visitas em www. divertecultural.com.br

Sala de Leitura

Todos os dias, localizada no Arquivo Bienal (2o andar). Conheça a biblioteca da Bienal, um dos mais importantes acervos sobre arte no país, com livros de artista e sobre artistas, catálogos das bienais e de outras exposições, e muito mais.

O Educativo Bienal fará uma programação especial na Sala de Leitura. Informe-se no site e nos monitores de TV espalhados pelo pavilhão.


Oi

O audioguia da 30a Bienal é um meio de contato direto entre o público e a curadoria. Narrados pelo curador Luis Pérez-Oramas, os áudios apresentam ao ouvinte o universo da 30a Bienal. São alguns pontos de partida que você encontrará sinalizados no espaço expositivo. O intuito dessas falas não é guiá-lo pelo espaço de maneira rígida, mas oferecer caminhadas enriquecedoras e inspiradoras.
   
Para ouvir os áudios, procure as placas de sinalização especialmente feitas para o audioguia. Você tem três opções de acesso:

  •  Ligar para o portal de voz da Oi (11 8080-3300) e digitar o código do áudio desejado (custo: a partir de celular Oi é R$ 0,51 + tributos por minuto; outras operadoras de acordo com o seu plano)

  •  Usar seu smartphone ou tablet para ler o código QR (requer aplicativo)

  •  Ou visitar nosso site www.30bienal.org.br e baixar gratuitamente os arquivos de áudio para seu MP3 player ou celular (o download dos arquivos só pode ser feito por computador, por isso, lembre de baixar o audioguia antes de vir à exposição).

Haverá acesso gratuito a wi-fi Oi no Pavilhão Bienal durante o período da exposição.


Publicações

À venda na livraria, o catálogo apresenta imagens produzidas especialmente pelos artistas para representar seu pensamento criativo, acompanhadas de textos sobre sua poética, e ensaios curatoriais sobre os conceitos que nortearam a exposição, além de um ensaio do  historiador Homi Bhabha sobre a 30a Bienal.

Para complementar o catálogo, a Coleção Bienal – realizada em parceria com a editora Hedra – traz textos-chaves para o conceito curatorial escritos por autores que cobrem um extenso arco temporal: Filóstrato, Giordano Bruno, Giorgio Agamben, José Bergamín e Pascal Quignard.

Publicações disponíveis exclusivamente na Livraria da Travessa, que fica no Mezanino do Pavilhão da Bienal.



Gi Restaurante
Mezanino (M4)
Horários de funcionamento:
Terças, quintas, sábados, domingos e
feriados das 9h às 19h.
Quartas e sextas das 9h às 22h.
 
Serve almoço, salgados, lanches, doces e
bebidas.


Hotéis parceiros
tarifas especiais para visitantes da 30ª Bienal

Atlantica Hotels - Park Inn Ibirapuera
Avenida Ibirapuera, 2534, Moema, São Paulo (SP)
T +55 (11) 2164 6000

Mercure SP - Stella Vega Hotel
Rua Salto, 70, Jardins, São Paulo (SP)
T +55 (11) 3055 2500

Mercure SP - Alamedas
Rua Padre João Manoel, 202, Cerqueira César, São Paulo (SP)
T +55 (11) 3069 1600

Mercure SP - Pamplona
Rua Pamplona, 1315, Jardim Paulista, São Paulo (SP)
T +55 (11) 2878-5500

Slaviero Executive Jardins
Alameda Campinas, 1435, Jardim Paulista, São Paulo (SP)
T +55 (11) 3886 8500


​​​​​​​​​​
TRIGÉSIMA
BIENAL DE SÃO PAULO
A IMINÊNCIA DAS POÉTICAS

7 DE SETEMBRO - 9 DE DEZEMBRO 2012
PARQUE DO IBIRAPUERA, PAVILHÃO DA BIENAL
SÃO PAULO
ENTRADA GRATUITA

HORÁRIO DE VISITAÇÃO
TER, QUI, SÁB, DOM E FERIADOS
DAS 9 ÀS 19H - ENTRADA ATÉ 18h
QUA E SEX DAS 9 ÀS 22H - ENTRADA ATÉ 21H
FECHADO ÀS SEGUNDAS
Logon