Cotidiano29a Bienal: o lugar da exceção
06/12/2010 13:00

  • tags
  • Bienais; 29ª Bienal
Últimos dias da 29a Bienal

“Arte é o que desclassifica noções e perturba”, diz Moacir dos Anjos ao reafirmar o contexto complexo das obras expostas na 29ª Bienal de São Paulo. Com mais de 600 obras e 158 artistas, a mostra sugere o diálogo e os desdobramentos que a arte em sua potência é capaz de suscitar.

A 29ª Bienal apresenta uma proposta que vai além da noção de arte política, com conteúdos panfletários. Neste sentido, vale ressaltar os pensamentos do filósofo francês Jacques Rancière, que desenvolve uma teoria em torno da “partilha do sensível” entre arte e política, com base no encontro discordante das percepções individuais. Para Rancière, a política é essencialmente estética e também se funda sobre o mundo sensível, assim como a expressão artística.

A curadoria articulou um convívio artístico de diferenças, que extrapola os limites e as fronteiras meramente conceituais, recuperando o experimental na arte e expandindo as noções de forma, linguagem, matéria-prima. “A diversidade é o nosso discurso político, que se viabiliza também na estrutura multifacetada da exposição. Não há nada ortogonal. O histórico, o contemporâneo, o documento e a obra, tudo espraia para propor a participação, a conversa. Não dá para falar de política, sem propor diálogo, troca”, explica Agnaldo Farias.

Assim, em uma visita às salas labirínticas do Pavilhão, o visitante vai se deparar com Antonio Manoel, Grupo Rex, Clarice Lispector, Flávio de Carvalho, Superstudio, Joseph Kosuth, Goeldi, Lygia Pape em convivência com Nuno Ramos, Alice Miceli, Mateo López , Antonio Vega Macotela, Chim Pom, Graziela Kunsch, Mario Garcia Torres, Gil Vicente, Sandra Gamarra, Nan Goldin.

São as relações poéticas entre os artistas e seus entrelaçamentos que focam a arte no centro de um processo de conhecimento. Papel fundamental desta edição é afirmar que arte não é apenas contemplação, mas exercício de sentidos, celebração do encontro de pontos de vistas distintos, é consolidação de reflexão e debate.

Nesta última semana, vale a pena ver e rever as obras da 29ª Bienal, de forma aleatória e fluida ou ainda seguindo os 6 percursos elaborados à luz dos eixos discursivos de cada terreiro, que constam no Portulano, à venda na Livraria. A programação dos terreiros ainda segue esta semana, com exibição de filmes, performances musicais, lançamento de livros e teatro.

Para acompanhar a programação da 29a Bienal: http://www.29bienal.org.br/FBSP/pt/29Bienal/Programacao/Paginas/default.asp
Para conhecer os artistas da 29a Bienal: http://www.29bienal.org.br/FBSP/pt/29Bienal/Participantes/Paginas/default.aspx

 

 Galerias de Fotos

 
 

 VÍDEOS

 
ENVIAR PARA UM AMIGO

CONTEÚDO RELACIONADO

Utilizando FullTextSqlQuery --> A propriedade não existe ou é usada de maneira inconsistente com as definições do esquema. -- em Microsoft.Office.Server.Search.Administration.SearchServiceApplicationProxy.ThrowBackwardCompatibleException(FaultException`1 ex) em Microsoft.Office.Server.Search.Administration.SearchServiceApplicationProxy.DoSpLoadBalancedUriWsOp[T](WebServiceBackedOperation`1 webServiceCall, Int32 timeoutInMilliseconds, Int32 wcfTimeoutInMilliseconds, String operationName) em Microsoft.Office.Server.Search.Administration.SearchServiceApplicationProxy.DoWebServiceBackedOperation[T](String operationName, Int32 timeoutInMilliseconds, Int32 wcfTimeoutInMilliseconds, WebServiceBackedOperation`1 webServiceCall) em Microsoft.Office.Server.Search.Administration.SearchServiceApplicationProxy.Execute(QueryProperties properties) em Microsoft.Office.Server.Search.Query.Query.Execute() em Conectt.Bienal.FBSP.Tags.ConteudoRelacionado.ConteudoRelacionado.BuscarRelacao(String strTag) em Conectt.Bienal.FBSP.Tags.ConteudoRelacionado.ConteudoRelacionado.MontaRelacao() em Conectt.Bienal.FBSP.Tags.ConteudoRelacionado.ConteudoRelacionado.Render(HtmlTextWriter writer)